Boletim de 20 de setembro de 2013
De volta!

Os boletins do Portal do Trem estão de volta!

Depois de alguns meses os boletins estão de volta! O editor lamenta não ter podido preparar os boletins durante esse tempo. Mas há males que vêm para bem.

O número razoavelmente grande de visitas mensais para um site como o Portal do Trem bem como telefonemas e emails de vários modelistas mostram que não podemos interromper a viagem.

Mais de 5.000 visitas por mês

De acordo com o UOLHost, provedor que nos hospeda, nos últimos meses o Portal do Trem vem tendo mais de 5.000 visitas por mês. São pessoas que nos descobrem pelos mecanismos de pesquisa, como o Google, e por outros sites (Cartel Caipira, Tutoriais de Ferreomodelismo, etc.). E, é claro, existem também aqueles que já nos conhecem e de vez em quando vêm fazer uma visita.

Até o início do ano, quando os boletins estavam saindo toda semana, as visitas ficavam por volta de 6.500. Aliás, em novembro passado chegaram a 7.500! A interrupção dos boletins significou uma queda no número de visitas. Concluímos que muitos leem o boletim em busca de informações sobre eventos, lançamentos, vídeos de modelismo e protótipos, fotos, etc. Isso mostra que o boletim tem conteúdo de interesse para os modelistas e é mais um estímulo para fazê-lo.

Vagas para mecânicos, marceneiros, eletricistas, desenhistas, técnicos em eletrônica, pintores, paisagistas, etc.

Com a ajuda do Google Analytics observamos que as páginas mais visitadas são justamente as de tutoriais e dicas. Ou seja, a maioria dos ferromodelistas nos procura porque quer aprender novas técnicas. Isso nos ajuda a ver onde o Portal do Trem deve concentrar os esforços. Vamos trabalhar para oferecer mais tutoriais e mais dicas.

Para isso contamos com sua ajuda. Compartilhe aquilo que você sabe fazer, aquela técnica que você desenvolveu, aquele jeitinho de resolver um problema. Pode ser qualquer coisa relacionada a maquetes e modelos: marcenaria de tablados, mecânica de modelos ferroviários, pintura de modelos em geral, paisagismo de maquetes, desenho de traçado, instalação elétrica, etc., etc.

Dê uma olhada em nossos tutoriais e dicas. Estão na área de nossas "Oficinas". E nossa página "Participe" dá mais detalhes sobre como você pode ser um colaborador eventual ou mesmo permanente.

Um site só com tutoriais!
Imagem: Tutoriais do Balan
Uma ótima notícia quando acabamos de descobrir que um grande número de modelistas está interessado em aprender coisas práticas do hobby.

O Balan aprontou mais uma. Criou um site com tutoriais de ferromodelismo. São técnicas sobre os mais variados assuntos ligados à construção de maquete.

Asfalto para maquete, cercas e alambrados de metal, moitinhas com grama estática, tubulação pluvial para prédios e confecção de peças a partir de moldes de silicone são apenas alguns dos assuntos tratados nos tutoriais, todos muito bem explicados e ilustrados.

Não deixe de visitar: tutoriaisdeferreomodelismo.blogspot.com.br.

(Acima uma das fotos que ilustram o mais recente tutorial: confecção de moldes de silicone. Num outro tutorial ele ensina como confeccionar peças a partir desses moldes.)
Vagas para fotógrafos

Outra área para a qual procuramos colaboradores é a de fotografia. Temos várias fotografias de ferromodelismo para publicação, mas precisamos de mais.

Procuramos fotos bonitas, inspiradoras. Nada de foto com gato na janela nem muito menos na maquete. Também não queremos foto com ferramenta esquecida ali. Mas sua maquete não precisa estar pronta para você nos enviar uma fotografia. Sabe aquele canto da maquete que está pronto, decorado, com lastro nos trilhos, com construções sem o brilho do plástico, sem locomotiva com jeito que acabou de sair da caixa? Pois queremos fotos desse canto.

Mande sua colaboração para o Chico Marques: chicomarques2001@gmail.com. Os devidos créditos serão dados aos fotógrafos de fotos publicadas.

Próxima parada: 5º Encontro de Ferreomodelismo de Cubatão
Imagem: 5º Encontro de Ferreomodelismo de Cubatão
Faltam quatro semanas para o 5º Encontro de Ferromodelismo de Cubatão. Será nos dias 19 e 20 de outubro.
Próxima parada: 3º Encontro de Ferreomodelismo em Joanópolis
Imagem: 3º Encontro de Ferreomodelismo em Joanópolis
Joanópolis vai receber agora no dia 20 de outubro o seu 3º Encontro de Ferreomodelismo.
Espanta-demônio
Imagem: Trens Modelismo 85
Saiu o número 85 da revista Trens Modelismo, a única publicação impressa em português dedicada inteiramente ao ferromodelismo.

A construção e detalhamento da AS-616, popularmente conhecida como ''Espanta-Demônio'' é um dos artigos desse número. Dois outros artigos desse número tratam da construção de terminal de combustíveis e de carga para gôndolas. Nossa página "Revistas impressas em português" traz endereço da Trens Modelismo.
Lançamentos: Gôndola GDU da Estrada de Ferro Carajás
Imagem: Gôndola GDU da Estrada de Ferro Carajás
A Hobbytec está lançando modelo da gôndola GDU usada pela Estrada de Ferro Carajás. É um kit fabricado em resina. Maiores detalhes no site da Hobbytec
Expresso Portal do Trem
Turismo na Alemanha


Tem gente passeando de trem dentro dessa belíssima maquete de jardim na Alemanha. Veja vários turistas entre o primeiro e o segundo minuto do vídeo.

Trem híbrido (sugestão de Nicholas Burman na lista Trem da História)

No trecho não eletrificado esse TUE (trem-unidade elétrico) utiliza energia fornecida por uma bateria. Um pequeno gerador diesel faz a recarga da bateria. O vídeo mostra o trem em fase de teste na fábrica da Kinki Sharyo, no Japão.

Trem de passageiros na ponta do lápis (Sugestão de Felipe da Silva Marques, na lista Trens)

Alguém sabe dizer o nome do desenhista? Queremos dar os devidos créditos.

Dica: Como evitar mau contato nos trilhos

A frustração de ver o trem parar de repente em algum ponto da maquete pode ser evitada. Na maioria das vezes isso é resultado de mau contato entre as rodas coletoras de energia e os trilhos. Ou as rodas estão sujas, ou são os trilhos que estão sujos e/ou oxidados, ou então as duas coisas estão acontecendo ao mesmo tempo. No caso de trilhos sujos, o problema é mais comum entre os trilhos de latão. Os de níquel-prata costumam dar menos problema de contato. Mas existem inúmeras maneiras de resolver isso:

a) Lixar os trilhos. Mas essa é uma péssima ideia. NUNCA, mas NUNCA mesmo, faça isso. É que a lixa deixa um pó metálico finíssimo, muitas vezes imperceptível a olho nu, que pode penetrar nas engrenagens e motor da locomotiva e causar um grande estrago.

b) Usar produtos químicos para limpeza de metais. É o caso do Brasso e também do Silvo, que limpam bem os trilhos de latão, mas podem deixar manchas feias no lastro. E uma parte do produto sempre fica no trilho, atrai poeira e leva você de volta à estaca zero. Alguns modelistas utilizam fluído de transmissão, mas nunca experimentei e não sei até que ponto é seguro e eficaz.

c) Usar produtos químicos específicos para uso em ferromodelismo, mas não encontrados no Brasil.

d) Usar borracha dura e em seguida passar papel-toalha umedecido com WD-40. Isso vai deixar uma película muito fina do produto, o que vai evitar a oxidação. (O WD-40 é encontrável em inúmeros lugares, tais como lojas de ferramentas, no Mercado Livre e até em hipermercados e grandes supermercados.)

e) Rodar os trens regularmente. Essa é a maneira mais prazerosa e fácil de evitar a oxidação. Quando você roda os trens regularmente, isso impede que a poeira que caiu ali venha a ficar grudada.

(Dica de Marcio Redondo, Curitiba, PR)

Colírio ferroviário
Imagem: Cena bucólica brasileira
Paisagem com vegetação típica do interior brasileiro. Na revista Trens Modelismo 75 o José Agenor ensina como fazer uma cena assim.

(Foto do José Agenor, Machado, MG)
Caboose

Agradecemos ao José Agenor pela foto do Colíro Ferroviário e ao Felipe da Silva Marques e ao Nicholas Burman pelas sugestões para o Expresso Portal do Trem.

Nos próximos dias atualizaremos várias de nossas páginas.

Marcio Redondo (editor@portaldotrem.com.br)

Portal do Trem: Um site de ferromodelistas para ferromodelistas