Boletim de 4 de janeiro de 2013
Estação 2013

Chegamos! O Portal do Trem deseja a todos que seu tempo na estação 2013 seja muito agradável e proveitosa, quer na vida familiar, quer na profissional, quer no hobby, quer nas demais áreas. E, por falar no nosso hobby, queremos que este seja um ano de fazer amizade com mais modelistas, de dominar novas técnicas, de dar andamento ou terminar o projeto em que vem trabalhando, em resumo, de crescimento.

Sucesso em 2013!

Um dia nosso trem chega lá
Imagem: The Train Shop
A maioria conhece o Google Street View. Pois dá para ''viajar'' dentro de uma loja de ferromodelismo nos Estados Unidos usando o Street View! É a The Train Shop, em Santa Clara, Califórnia. Para conhecer a loja por dentro, clique aqui.

(Informação dada pelo Helder Ribas, que também recomendou a loja. Veja em "Lojas físicas no exterior".)
Expresso Portal do Trem
Ferrovias brasileiras

Vídeo feito por um britânico com imagens de várias de nossas ferrovias:

1) todo tipo de trens: carga, mistos e de passageiros;
• 2) todo tipo de locomotivas: a vapor, diesel-elétricas e elétricas;
• 3) cinco ferrovias: EFDTC (Estrada de Ferro Dona Teresa Cristina), Fepasa (Ferrovias Paulistas S.A.), VFCJ (Viação Férrea Campinas a Jaguariúna), EFCJ (Estrada de Ferro Campos do Jordão) e EFOM (Estrada de Ferro Oeste de Minas);
• 4) três estados: Santa Catarina, São Paulo, Minas Gerais.

A estação perdida de Nova York (sugestão do Wanderley Duck, na lista Trem da História)
Imagem: A estação perdida de Nova York

A estação City Hall do metrô de Nova York foi inaugurada em 1904. Deixou de ser usada em 1945. O motivo foi simples: carros mais compridos passaram a ser usados, e a plataforma em curva criava vãos muito grandes entre a própria plataforma e a porta dos carros. A estação ficou décadas ''perdida''. Hoje é ponto de passeio turístico.

Clique na imagem para ver mais fotos.

Entendendo AMVs e cruzamentos (Sugestão do Balan, Curitiba, PR)

Vídeo educativo preparado pela NetworkRail. (O vídeo tem ''closed caption''. Para ativar, há um botão embaixo à direita.)

''Live steam'' (modelo a vapor real)






O Bottan é fera mesmo. Ele é um dos poucos "live steamers" no Brasil, mas não fica a dever a nenhum norte-americano ou europeu. Pelo contrário, deixa muitos para trás. A propósito, ''live steam'' é uma expressão em inglês cuja tradução literal é ''vapor vivo''. É o ferromodelismo de locomotivas a vapor que funcionam movidas com vapor de verdade.

A série de quatro vídeos acima mostra a construção do modelo da locomotiva série 800 de 3 cilindros da Estrada de Ferro Sorocabana. Modelo live steam (vapor vivo) construído por Arnaldo e Pedro Bottan. São Paulo - Brasil.

(Gravação e edição por Leandro Guidini, dezembro de 2012)

Dica: Interruptores para acionamento de AMVs (desvios) Frateschi

Os interruptores de acionamento das bobinas dos AMVs (desvios) fabricados pela Frateschi geralmente são grandes e tornam difícil a ocultação dos fios. Devido a características do projeto, às vezes alguns interruptores têm problema de contato, impedindo o correto funcionamento dos AMVs.

A dica é que esses interruptores podem ser substituídos por chaves do tipo ''campainha'' (pushbutton). Neste caso são necessários dois interruptores para cada AMV: um para cada direção.

Também podem ser substituídos pelas do tipo ''alavanca'', desde que sejam do modelo ''NA'' (normalmente abertas, isto é, desligadas) com 1 polo e 3 posições. As chaves de alavanca normalmente abertas são aquelas que só fecham o contato quando você empurra a alavanca. Mas, quando você a solta, ela volta imediatamente para a posição normal, desligando o contato. A posição normal e sempre aberta é a do meio. Nas duas outras posições o contato é fechado. (Os interruptores de campainha oferecem um exemplo aproximado. O contato sempre fica aberto. Quando você aperta o interruptor, o contato é fechado, passando corrente. Quando você solta, o contato volta a ficar aberto.)

Imagem: Chaves para AMVs

Imagem: Chaves para AMVs

As imagens acima mostram desenho de um interruptor alavanca modelo ''NA'' e um painel de controle de maquete com esse tipo de interruptor.

Tanto a chave ''campainha'' quanto a ''alavanca'' são baratas e podem ser adquiridas em qualquer loja de eletrônica. A instalação (ou substituição) é simples, pois a fiação é exatamente a mesma. O acionamento é facilitado e ainda por cima se ganha em estética.

(O desenho ilustrativo foi tirado do site da Margirius [www.margirius.com.br], empresa nacional que fabrica os dois tipos de chave. A foto mostra o painel da maquete do JF, Marília, SP, que foi quem enviou a dica.)

Estação Internet

Hoje estamos iniciando uma secção para divulgar notícias e postagens que acabaram de sair em sites e blogs. Devido a limitações serão apenas sobre ferromodelismo e eventualmente preservação ferroviária.

Diário do Grande ABC: Ferreoclube reúne apaixonados por trilhos e trens. Clique no link para acessar a notícia/postagem. (Informação enviada pelo Marcos Roberto da Silva, Mauá, SP.)

Você também pode nos ajudar. Encontrou no mundo virtual notícia ou postagem sobre ferromodelismo ou preservação ferroviária? Ela apareceu há no máximo uma semana? Então escreva para o editor, informando o endereço completo (por exemplo, http://jornal.com.br/notícias/2013/etc.html, www.jornal.com.br/noticia201435.html, www.blogger.com/nomedobloguista/titulo-do-blog.html). Informação enviada até as 18h da quinta-feira deverá será publicada no boletim da sexta. Créditos são dados ao primeiro que enviar os dados.

Colírio ferroviário
Imagem: Mallard
Em 3 de julho de 1938 a locomotiva Mallard chegou a 202 km/hora, recorde mundial de velocidade para locomotivas a vapor. Pertencente à ferrovia britânica London and North Eastern Railway, a Mallard é uma Pacific (rodagem 4-6-2). O recorde nunca foi quebrado.

(Sugestão do Balan, Curitiba, PR. Foto de autoria desconhecida.)
Caboose

Agradecemos ao Wanderleu Duck e ao Leandro Guidini pelas sugestões para o Expresso Portal do Trem, ao Balan pelas sugestões para o Expresso e para o Colírio Ferroviário, ao JF pela dica e ao Marcos Roberto pela informação para a Estação Internet.

Marcio Redondo (editor@portaldotrem.com.br)

Portal do Trem: Um site de ferromodelistas para ferromodelistas