Boletim de 24 de agosto de 2012
Junte-se aos ''Amigos da Linha''

O Portal do Trem é feito pelos "Amigos da Linha", gente que quer o desenvolvimento do ferromodelismo no Brasil.

Queremos estender a você o convite para se tornar um dos Amigos da Linha e ser mantenedor do Portal. A anuidade é de R$ 60,00 e pode ser dividida em até três vezes. O dinheiro é todo usado para cobrir as despesas de manutenção e melhorias do Portal.

Além de viabilizar financeiramente o Portal, o mantenedor participa de uma lista de discussão dos Amigos da Linha. Ali ele recebe regularmente informações sobre o andamento do Portal, conversa com os demais ''Amigos da Linha'' sobre questões do site e ainda delibera sobre assuntos apresentados pelos administradores

Para ser mantenedor, escreva um email para o Chico Marques.

Encontro Frateschi
16º Encontro Frateschi
O 16º Encontro Frateschi de Ferreomodelismo aconteceu no último sábado na estação de São Carlos, SP. Houve 17 maquetes levadas por ferromodelistas, além de uma da própria Frateschi, onde crianças podiam rodar trens.

(Foto tirada pela Mônica Sirmanas.)
3º Concurso Fotográfico Você nos Trilhos
3º Concurso Fotográfico Você nos Trilhos
O Clube Amantes da Ferrovia e a ABOTTC (Associação Brasileira das Operadoras de Trens Turísticos Culturais) estão promovendo seu 3º Concurso Fotográfico. Segundo o Adonai Arruda Filho, diretor da Serra Verde Express, serão aceitas fotos de ferromodelismo.

Os três prêmios serão viagem com acompanhante para a Bahia, para Foz do Iguaçu e para o Pantanal, incluindo passagem aérea e três pernoites.

As vinte melhores fotografias serão expostas em local de grande fluxo de pessoas, inclusive uma estação ferroviária da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) em São Paulo, com circulação de um milhão de pessoas por dia!

O prazo para o envio de fotografias é 15 de outubro.

Mais detalhes no site do Clube Amantes da Ferrovia.
Encontro de Paranapiacaba no final de novembro

O Renato Gigliotti informou que o Encontro de Paranapiacaba deste ano será no último fim de semana de novembro. Não haverá concurso. Maiores detalhes a serem anunciados oportunamente.

2º Encontro de Ferreomodelismo em Joanópolis, SP
2º Encontro de Ferreomodelismo em Joanópolis
O encontro acontecerá no dia 14 de outubro. Para maiores detalhes, clique aqui.
4º Encontro de Ferreomodelismo de Cubatão
4º Encontro de Ferreomodelismo de Cubatão
O encontro acontecerá nos dias 29 e 30 de setembro. Para maiores detalhes, clique aqui.
Expresso Portal do Trem
Animação de curta metragem feita numa belíssima maquete (sugestão do Luis Fadel, na lista ModelTrem)
]
Teste de colisão (sugestão do Idenilson na lista Amola)
]
Dica: Estireno (inclusive gratuito!) para modelagem

Estireno (ou poliestireno; poliestireno de alto impacto) pode ser adquirido em lojas especializadas. A dificuldade é encontrar tais lojas, presentes somente nas grandes cidades e mesmo assim em pequeno número. Nessas lojas às vezes é possível comprar retalhos, geralmente vendidos a quilo, mas algumas só vendem placas inteiras, no tamanho de 2m x 1m. Tem-se com isso a dificuldade de transporte e do que fazer com todo esse estireno. Por exemplo, comprei uma placa dessas há mais de 25 anos e ainda tenho retalhos. Outra possibilidade é comprar em parceria, juntando vários colegas e dividindo a placa ou placas, pois existem de várias espessuras, desde 0,25mm (muito difícil de achar) até com 0,5mm, 1mm e 2mm.

Na impossibilidade ou na dificuldade de comprar esse material, uma das opções que uso com frequência são sobras, retalhos e descartes achados ''por aí''!!! Vamos a exemplos: cartazes de estireno são comuns no comércio como indicativos de propaganda, cartões de crédito e divulgações diversas. Outra fonte são aqueles pequenos cartazes usados junto a produtos em promoção em supermercados. O estireno está também presente em inúmeras embalagens dos mais diversos produtos, das mais variadas cores.

Uma fonte enorme que agora se aproxima são os cartazes da propaganda política, que neste ano serão usados nas eleições municipais. Esses cartazes têm os mais diversos tamanhos e espessuras. Existem os ''comitês políticos'' que distribuem esses ''santinhos'' e, passando sempre por lá, é possível ir pegando alguns. Os cartazes colocados em locais públicos, como postes, praças e muros, sempre acabam no chão e podem ser apanhados. A maior fonte desse estireno é o dia da eleição, quando em frente aos locais de votação centenas de cartazes estarão lá. Deve-se chegar antes das equipes de limpeza. Com isso também ajudamos na reciclagem do material. Em uma das vezes, vi um grupo de funcionários da prefeitura retirando cartazes que estavam em pontos mais altos de postes, ou seja, ''longe de nossas mãos''. Sem nenhuma dúvida, pedi a eles o material e consegui vários cartazes.

Estireno (inclusive gratuito!)
para modelagem
(Sacola com placas de estireno usadas em propaganda política e recolhidas nas ruas.)

O estireno protegido das intempéries, que não está exposto ao tempo, tem uma vida relativamente longa, podendo ser usado normalmente. Aquele que ficou exposto por pouco tempo também não apresenta problema, sendo que os maiores danos são os riscos que pode ter sofrido, mas nada que não possa ser resolvido com lixa e massa plástica. O que ficou exposto por muito tempo vai sofrer danos mais graves, como perda de cor, amarelecimento, rachadura, envergadura, torção e quebra. Nesse caso pode ser usado em serviços ''menos nobres'', como calços internos escondidos, retalhos para pequenos ajustes que sofrerão um acabamento posterior, locais escondidos ou de pouca visibilidade, como infraestrutura e chassis de carros e vagões. Pode ser reforçado, soldando/colando uma peça sobre outra. Independentemente do estado em que se encontra o estireno, ele sempre terá uma utilidade.

Para aceitar a solda química (xilol, toluol, acetato de etila, etc), o estireno encontrado impresso por aí deve ter a superfície pintada/colorida lixada até a retirada total da tinta e/ou do verniz protetor.

Existem alguns plásticos que parecem estireno, mas não são. O melhor meio para saber isso é tentar unir dois pedaços com solvente químico. Se não colarem, não é estireno. Outra dica é riscar o plástico suspeito com uma lâmina e tentar quebrar. Se isso acontecer com facilidade, há uma boa possibilidade de ser estireno.

Para guardar, corte em pedaços que caibam dentro de uma caixa, tipo caixa de camisa ou outra retangular, e os deixe retos. Se forem guardados curvados, os pedaços podem ficar deformados.

(Dica enviada pelo Marcio Hipolito, Santo André, SP)

Colírio ferroviário
Locomotiva Alco RS1 da RFFSA, divisão Santos a Jundiaí
Locomotiva Alco modelo RS1, número 511, da RFFSA (Rede Ferroviária Federal S.A.), 9ª divisão (Santos a Jundiaí).

(Foto de autor não identificado.)
Caboose

Agradecemos à Mônica Sirmanas pela foto do Encontro Frateschi, ao Marcio Hipolito pela dica de hoje e ao Idenilson e ao Luis Fadel pelas sugestões para o Expresso Portal do Trem.

Atualizamos a página "Blogs em português".

Marcio Redondo (editor)

Portal do Trem: Um site de ferromodelistas para ferromodelistas