Boletim de 18 de maio de 2012
Portal do Trem: seis meses!

O Portal do Trem foi lançado em 20 de novembro de 2011, fruto do esforço de aproximadamente 20 ferromodelistas. Em tempos virtuais não é de surpreender que muitos deles se conheçam apenas pela internet. E foi pela internet que decidiram criar o Portal do Trem. Quer csaber quem são? Vá à nossa página "Amigos da Linha".

A proposta do Portal não é competir com nenhum outro espaço virtual existente, mas ser um meio de divulgação do que acontece no hobby e mostrar ao modelista onde pode encontrar aquilo que está procurando. Por isso procuramos oferecer informações atualizadas e completas sobre os mais variados assuntos que têm a ver com ferromodelismo.

E também temos um espaço para divulgação de técnicas desenvolvidas por gente de todo o Brasil. Algumas são mais detalhadas, os tutoriais ("Nossos tutoriais"); outras são mais simples, as dicas ("Nossas dicas"). Mas todas são preparadas por modelistas que não escondem o trem, mas desejam ver o hobby crescendo no país.

Como queremos melhorar dia a dia, contamos com suas sugestões e críticas. Escreva para o editor: editor@portaldotrem.com.br. Aguardamos seu contato.

Encontro Frateschi 2012 já tem data e local

O Encontro Frateschi de 2012 será realizado no dia 25 de agosto na cidade de São Carlos. Nos próximos dias a Frateschi deve divulgar o cartaz promocional e detalhes adicionais.

Lançamento: Trens Modelismo 80
Trens Modelismo 80
Saiu mais um número da única revista brasileira impressa dedicada ao ferromodelismo. O endereço do site da revista, onde você tem informações sobre com adquiri-la, está em nossa página "Revistas impressas em português".
Bilhete para Rio Claro: 4ª Exposição Ferroviária, Mostra Fotográfica e Ferreomodelismo
4ª Exposição Ferroviária, Mostra Fotográfica e Ferreomodelismo de Rio
Claro
Reserve na sua agenda: 9 e 10 de junho, Rio Claro, SP. Notou o que tem de especial nesse cartaz? A exposição também é sobre objetos e fotografias sobre trens e ferrovias, mas, para atrair a atenção, o que o cartaz mostra é uma maquete!
Lançamento: Decais para detalhar a AC44i da MRS Logística
Folha DC128 (AC44i da MRS Logística)

Folha DC128 (AC44i da MRS Logística)
A segunda folha de decais que o Carlão está lançando este mês é para detalhamento da diesel-elétrica AC44i da MRS Logística.
Parada em Rio Claro, SP: 1ª Exposição Memória do Ferroviário
1ª Exposição Memória do Ferroviário de Rio Claro
No dia 29 de abril aconteceu em Rio Claro, SP, a 1ª Exposição Memória do Ferroviário de Rio Claro. Na ocasião houve uma mostra de ferromodelismo. Dentre os modelos expostos estava a locomotiva elétrica GE ''Quadradona'' construída artesanalmente por Antonio Cruz da Silva, ferromodelista da própria cidade.

(Foto tirada por José Carlos de Camargo, da ABPF Núcleo Rio Claro.)
Expresso Portal do Trem

Hoje o Portal traz três vídeos para todos os gostos: diesel-elétrica MRS ainda na fábrica em Erie (Estados Unidos), passeio de bonde em Santos e passeio de vaporosa na Suíça.

Locomotivas da MRS em comercial da GE norte-americana! (Dica do Flavio Cesar Caffer Neves na lista Mph_Page)

Esse comercial da GE dos Estados Unidos, feito há cerca de três anos, ainda é desconhecido de muitos. Os primeiros 45 segundos do vídeo mostram o comercial em si. O restante são os bastidores (''making of'') da filmagem.

Conheça os bondes turísticos de Santos, SP (Dica do Brunno Sena da Silva Mendes na lista Confraria do Trem)
Passeio turístico com vaporosas em Bauma, na Suíça (Dica do Luiz Gomes Carvalheiro na lista Ferrovias Paulistas)
Dica técnica: Alimentação dos trilhos

Não é incomum ocorrerem problemas de alimentação de energia em uma maquete. Uma boa solução para isso é a utilização de linhas mestras que nada mais são que fios mais grossos estendidos sob o tablado, acompanhando o traçado dos trilhos. No caso de uma maquete em formato oval, essa linha mestra formaria um grande anel.

Um fio rígido de 2,5 mm de diâmetro é suficiente para a maioria das maquetes. Utilize uma cor para cada polo (preto e vermelho, normalmente) e, se a sua maquete tiver mais de uma linha de trilhos, use uma linha mestra para cada uma delas. Faça o mesmo se tiver mais de um controlador.

O fio mais grosso diminui consideravelmente a perda de energia e ainda apresenta a vantagem de se poder alimentar um trecho problemático apenas fazendo-se um pequeno furo ao lado da via e soldando um fio no trilho e ligando aquele fio à linha mestra. Esse fio pode ser mais fino e pode ser facilmente escondido pela vegetação ou pelo lastro. Há ainda o benefício de reduzir consideravelmente o emaranhado de fios que se forma sob o tablado quando a maquete utiliza controladores analógicos (DC). Isso vai facilitar ainda mais a alimentação de trechos interrompidos (pátios e desvios).

O mesmo sistema pode ser usado para o fio comum dos AMVs (amarelo, normalmente).

(Enviada pelo JF, Marília, SP.)

Colírio ferroviário
Garratt 2-6-2+2-6-2 SPR
A SPR (São Paulo Railway) adquiriu no período de 1924 e 1929 seis locomotivas Garratt 2-6-2+2-6-2, de fabricação Beyer Peacock, para bitola de 1,60m, as quais são consideradas as maiores e mais possantes locomotivas a vapor que rodaram no país.

Elas foram compradas por conta da necessidade de ampliação do parque de tração da ferrovia, que estava no limite. O aumento de tráfego de cargas e a aquisição por parte da CPEF (Companhia Paulista de Estradas de Ferro) de pesados carros de aço para os trens de luxo entre Campinas e São Paulo foram determinantes para essa escolha, uma vez que a SPR ainda operava com tração a vapor nessa época.

A princípio, as Garratts SPR chegavam a rodar a 75km/h, por conta de instabilidades geradas no conjunto. Para resolver esse problema, a Beyer Peacock recomendou modificar os truques dianteiros e traseiros de duas para quatro rodas, transformando-as em ''dupla Pacific'', o que fez aumentar a velocidade de cruzeiro para 100km/h com as seguintes características:
• comprimento: 27m
• peso em ordem de marcha: 191 ton
• esforço de tração: 26 ton
• rodagem: 4-6-2+2-6-4

O modelo em questão, construído em escala HO pelo Renato Gigliotti (Santo André, SP), reproduz a configuração transformada e aparece na maquete modular do Ferreoclube do ABC.
Caboose

Agradecemos ao Flavio Cesar Caffer Neves, Luiz Gomes Carvalheiro e Brunno Sena da Silva Mendes pelas dicas do Expresso Portal do Trem, ao ao Renato Gigliotti pela foto do Colírio Ferroviário, ao JF pela dica técnica e ao Balan pela informação sobre o Encontro Frateschi.

Atualizamos as páginas sobre "Produtores nacionais" e "Prestadores de serviço".

Marcio Redondo (editor)

Portal do Trem: Um site de ferromodelistas para ferromodelistas